2015

2015
Seja bem vindo 2015!

quinta-feira, 25 de fevereiro de 2010

Mário Quintana!

"...Quero, um dia, poder dizer às pessoas que nada foi em vão...
Que o amor existe, que vale a pena se doar às amizades a às pessoas, que a vida é bela sim, e que eu sempre dei o melhor de mim... e que valeu a pena. "

Mario Quintana

domingo, 7 de fevereiro de 2010

Avon chama!

Sou fã dos produtos Avon. Não todos. Tem coisas que não prestam e tem coisas boas.
Aprovadíssimo Gloss glazewear Shin. Realmente coloca brilho nos lábios e com corrrrrrrrrr. Não é batom cor de nad, como eu costumo dizer ...

sábado, 6 de fevereiro de 2010

Mulher

"A mulher é essencialmente não-pacífica, como o gato, por melhor que ela também tenha ensaiado a aparência da paz." Friedrich Nietzsche

sexta-feira, 5 de fevereiro de 2010

www.sóacontececomigo.com

Cúmulo da distração! Acompanhei um amigo ao aeroporto com o propósito de trazer o carro dele para casa. Após ele decolar eu não sabia qual era o carro...

quinta-feira, 4 de fevereiro de 2010

Nando Reis

Mudei minha opnião sobre o Nando Reis! Em partes.
Continuo não suportando a voz do bichinho, ó pai amado! Mas consegui prestar a atenção nas letras e elas são ma-ra-vi-lho-sas. Possuem um Excesso de sinceridade que chega a doer um pouco tornando-as viciosas e nos fazendo viciáveis. Tristes e marcantes. Aquela tristeza que não choca porque é libertadora.
Sim eu mudo de opniões. Até com bastante frequência. Isso é sanidade e não falta de personalidade. Isso significa que há flexibilidade na maneira de analisar o mundo. Significa que não há radicalismo e é possível enxergar tudo e sempre, de ângulos diferentes.
Nesse caso eu tinha um implicância com Nando Reis e tudo que ele produzia pelo fato de ter que aturar a voz irritante do cara. Difícil mesmo. Voz é algo que me aproxima ou me distancia das pessoas.
Um certo dia, passeando de carro com minha amiga Fabiana ela me contou a letra de "Quem vai dizer tchau?"... e pedi pra ouvir. Tentando me concentrar na mensagem e não na voz ... achei perfeita. Corri pra casa e puxei no site Vagalume as letras de todas as outras músicas dele. Só li e não ouvi. Amei!!!!

Ontem fui até As Americanas pra comprar um presente e voltei para casa com o CD do Nandinho, que continua chato cantando tá? Ouvi, curti ... mas o CD tem destino já. Desde que saiu da loja. Não vou ficar com ele. Uma coisa é mudar de opnião, outra é mudar de gosto... isso não tem remédio.

Edson!


Todas as pessoas deveriam ter um Edson em suas vidas! Eu Tenho!!!!

Postado por EDSON CAETANO


O apartamento da Telma

Se tem uma pessoa cujos fatos da sua vida daria um livro de crônicas hilariantes, essa pessoa é a Telma Zanlucas, minha amiga.
Conheço a Telma a uns tantos anos e lá vai pedrada, e não me lembro de não ter deixado de rir e me divertir muito das história engraçada que acontecem com ela.
Tem aquela, já lenda entre os amigos, da vez que resolveu ir para Blumenau a uma festa de formatura, de Biz. É, aquela pequena motocicleta da Honda. Saiu de Balneário Camboriú, onde mora, em direção à Blumenau, até que, lá pelas tantas, desconfiou que haiva alguma coisa errada quando viu umas baleias de concreto à margem da rodovia. Parou a moto e telefonou para irmã dela, perguntando se no caminho de Blumenau tinham as tais baleias de concreto. "Sua burraaaaa", respondeu amavelmente a irmã, "tais indo pra Joinville". Eram as baleias do Hotel Flamboyan, próximo à Barra Velha. Ela realmente estava indo na direção errada...(estou rindo muito, de novo). Essa é a Telma.
É uma amiga maravilhosa. Bonita e sempre guerreira. Nunca a vi deixar de lutar ou desistir de seus sonhos. Independente e inteligente. Claro que essa mistura assusta muito marmanjo (aquele problema masculino de ter medo de mulher inteligente e independente - graças à Deus, fui vacinado), por isso, não encontrou, ainda, alguém à altura; ou à largura.
Porém, não está só. Até porque, como já ensinou o sábio Pitágoras, "solidão não é estar só, mas, vazio". E vazia ela não é. Transborda simpatia, bom humor e disposição, por isso, sempre acompanhada de amigos fiéis.
E eis que nós amigos comparecemos ao último evento da Telma, a inauguração de seu novo apartamento. Um maior do que o anterior (uma "kitnet" minúscula, mas, bem agradável ao estilo Telma), no qual nos reunimos entorno de uma muqueca maravilhosa preparada pela "Chef Fabiana". Foi para batizar o ambiente com a energia boa dessa gente. Se bem que o batismo tomou uma proporção não prevista.
Por um pequeno acidente com a garrafa de vinho que abri, deixei uma leva mancha lilás na parede branca, recém-pintada, da "masion" Zanlucas. Tá, não tão leve, porque não saiu, nem com esponja e detergente.
Pelo menos, combinou com a parede próxima que é de cor semelhante.
Ela tratou o acidente trágico-cômico com aquele humor de sempre, dizendo, que, agora, não tem como esquecer de mim.
"Sorry, T
elma!" É mais uma para os anais das suas histórias engraçadas. E que honra ser coadjuvante delas.



...Coadjuvante? Nunquinha. Amigos são vitais para minha existência! Honra minha tê-lo por perto.

Porém devo deixar declarado que é melhor você não servir mais vinhos... lembra o outro acidente da pizzaria?